Erro Médico

Profissionais sem autorização são responsáveis por 50% dos procedimentos estéticos na RMC

Informação é do presidente do Departamento de Cirurgia Plástica da Sociedade de Medicina e Cirurgia Plástica, Juliano Pereira.


Metade dos procedimentos estéticos realizados na Região Metropolitana de Campinas (RMC) não é executada por dermatologistas ou cirurgiões plásticos, como recomenda a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Em muitos casos, as intervenções são feitas por profissionais de outras áreas em salões de beleza. A informação é do presidente do Departamento de Cirurgia Plástica da Sociedade de Medicina e Cirurgia de Campinas, Juliano Pereira.


Por ano, segundo o órgão, são 79 mil procedimentos legais na RMC, sendo que são 400 cirurgiões plásticos registrados na região. O número de procedimentos executados por profissionais não capacitados pode ser ainda maior, se levado em consideração a aplicação de toxina botulínica (botox), mas este número não é possível calculá-lo, segundo os médicos.


O médico alerta sobre lesões e complicações em pacientes, que procuram clínicas e hospitais após procedimentos ilegais como no caso do médico Denis Furtado, o Dr. Bumbum, que é acusado pela morte da bancária Lilian Calixto.
Profissionais sem autorização são responsáveis por 50% dos procedimentos estéticos na RMC Reviewed by Fernando Mendes on setembro 04, 2018 Rating: 5
Todos os Direitos Reservados - Erro Médico 2021 ©

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Imagens de tema por Ollustrator. Tecnologia do Blogger.